Notícias

Confiança da construção civil fica estável em janeiro, diz FGV

São Paulo  – O Indice de Confiança da Construção (ICST) interrompeu quatro altas consecutivas e ficou estável em janeiro, em 85,4 pontos,[…]

São Paulo  – O Indice de Confiança da Construção (ICST) interrompeu quatro altas consecutivas e ficou estável em janeiro, em 85,4 pontos, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O resultado foi influenciado exclusivamente pela melhora da situação atual.

Na passagem de dezembro para janeiro, o Indice da Situação Atual (ISA-CST) subiu 0,4 ponto, a 75,1 pontos, seguindo no maior nível de abril de 2015, enquanto o Indice de Expectativas (IE-CST) recuou 0,6 ponto, a 95,9 pontos.

Segundo a coordenadora de projetos da construção da FGV/Ibre, Ana Maria Castelo, as expectativas empresariais retornaram ao patamar de janeiro de 2018, indicando uma posição cautelosa em relação à demanda nos próximos meses. No entanto, permanece a percepção mais favorável referente ao ambiente corrente de negócios.

A abertura do dado mensal mostra que a maior contribuição para o resultado favorável do ISA-CST no mês veio da carteira de contratos, enquanto o avanço do IE-CST foi influenciado pela queda da demanda prevista para os próximos três meses. Já o Nível de Utilização da Capacidade (Nuci) do setor oscilou 0,1 ponto percentual (pp), a 66,7%.

A edição de janeiro da sondagem coletou informações de 556 empresas entre os dias 2 e 23 deste mês. A próxima divulgação ocorrerá em 25 de fevereiro.

Fonte: agenciacma