Indicador Antecedente do Mercado Imobiliário

3ºTrimestre 2020

São Paulo encerra 3º tri com novo recorde no número de alvarás para empreendimentos verticais

De acordo com as últimas informações disponibilizadas pela Prefeitura do Município de São Paulo (PMSP), compiladas pela Fipe em parceria com a Abrainc – Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias -, o número de alvarás concedidos em São Paulo (SP) para construção de novos empreendimentos verticais* totalizou 973 nos últimos 12 meses, constituindo novo recorde da série histórica iniciada em 2000. Com base nos últimos dados, o Indicador Antecedente do Mercado Imobiliário – que acompanha a variação da quantidade acumulada de alvarás concedidos em 12 meses – encerrou setembro com alta de 10,4% em São Paulo, resultado que consolida a trajetória de expansão da atividade construtiva no município em 2020. O crescimento foi impulsionado pelo resultado positivo no 3º trimestre, que envolveu 306 alvarás para novos empreendimentos verticais* – alta de 9,7% em relação ao mesmo período de 2019.

Em termos de distribuição regional, a maior parte dos alvarás de empreendimentos concedidos nos últimos 12 meses encerrados em setembro de 2020 envolveu novos empreendimentos verticais* na Zona Leste (região que concentrou 46,4% dos alvarás concedidos no período), seguida pela Zona Norte (23,0%), Zona Sul (15,6%), Zona Oeste (11,6%) e Centro (3,4%). No 3º trimestre de 2020, em particular, as regiões que mais contribuíram para a expansão da atividade construtiva foram: Zona Leste (47,1% do total), Zona Norte (21,6%), Zona Sul (17,6%), Zona Oeste (11,8%) e Centro (2,0%).

Em termos de variação, a análise segmentada do Indicador Antecedente do Mercado Imobiliário evidencia o crescimento do interesse imobiliário em 3 das 5 zonas da capital paulista nos últimos 12 meses, com destaque para Zona Norte, onde foi registrado avanço expressivo de 30,2% no volume de alvarás concedidos em relação aos 12 meses anteriores. Em seguida, destacaram-se: Centro (+17,9%) e Zona Leste (+15,6%). Em contraste, houve queda no número de alvarás concedidos em 12 meses na Zona Oeste (-9,6%) e Zona Sul (-8,4%). Já na comparação entre o 3º trimestre de 2020 e o mesmo trimestre do ano anterior, os avanços na atividade construtiva foram registrados na Zona Oeste (+56,5%), Zona Norte (+22,2%) e Zona Leste (+9,9%),  enquanto Centro (-40,0%) e na Zona Sul (-11,5%) apresentaram queda..

Fonte: Abrainc-Fipe, com base em dados da Prefeitura Municipal de São Paulo. Nota: (*) foram incluídos alvarás de aprovação/aprovação e execução de novas edificações (incluindo reconsiderações de despacho) para empreendimentos verticais (4 ou mais pavimentos), empreendimentos classificados como Habitação de Interesse Social (HIS), Habitação de Mercado Popular (HMP) e conjuntos residenciais horizontais (R2H-3).

Veja AQUI
Continuar Lendo