Construção Civil

Construção civil cria mais de 35 mil empregos formais em maio

Montante equivale a 12,8 % do saldo total de vagas abertas no País no mês

O emprego com carteira assinada no Brasil apresentou novo crescimento em maio de 2022, com saldo de 277.018 vagas de trabalho, das quais 35.445 foram criadas pela construção civil, ou 12,8% do total do país. Os dados são do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados nesta terça-feira (28), pelo Ministério do Trabalho e Previdência.

No acumulado de 2022, o país criou 1.051.503 empregos, decorrente de 9.693.109 admissões e 8.641.606 desligamentos (com ajustes até maio de 2022).

As 5 regiões brasileiras apresentaram saldo positivo no mês:

  • Sudeste (+147.846 postos, +0,69%);
  • Nordeste (+48.847 postos, +0,73%);
  • Centro-Oeste (+33.978 postos, +0,94%);
  • Sul (+25.585 postos, +0,33%);
  • Norte (+16.091 postos, +0,82%).

Construção Civil

As 35.445 vagas abertas pelo setor em maio decorreram de 201.708 admissões e 166.263 desligamentos. Foram criados empregos formais em todas as regiões: Sudeste (+ 13.847); Nordeste (+ 8.485); Sul (+ 4.437); Centro-Oeste (+ 4.269) e Norte (+ 3.864)

A construção já abriu mais de 155 mil vagas celetistas nos 5 primeiros meses de 2022.

Redação ABRAINC, com informações do Ministério do Trabalho e Previdência