Associadas Abrainc

Construtora oferece subsídio em dobro para MCMV no Salão do Imóvel

Evento acontece de 18 a 20 de outubro, na Expo Center Norte

A construtora e incorporadora Plano&Plano, líder no segmento Minha Casa Minha Vida em São Paulo, fará parte do 1º Salão do Imóvel, que acontece de 18 a 20 de outubro, no Expo Center Norte. Na ocasião, a empresa ofertará unidades de produtos em todas as regiões de São Paulo, com condições especiais.

“Nossos empreendimentos terão documentação (registro e ITBI) gratuita e entrada facilitada”, conta Andreia Rocha, gerente de marketing da Plano&Plano, que informa que, para essa primeira edição do Salão, a construtora ainda sairá com uma vantagem adicional: subsídio em dobro.

“Como nossos empreendimentos estão enquadrados no Programa Minha Casa Minha Vida, além do incentivo para aquisição do imóvel do próprio do governo federal, a Plano&Plano vai dobrar o subsídio adquirido para os seus imóveis no Salão”, explica.

Os apartamentos da construtora custam a partir de R$146.900,00 e são voltados para famílias com renda a partir de R$2.200,00. Vale lembrar que há, inclusive, empreendimentos com unidades entregues já com piso, e que a Plano&Plano estenderá as vantagens do Salão para as unidades compradas também em suas Centrais de Venda – lojas participantes: Guaicurus (Zona Norte), Jacu-Pêssego, Shopping Metrô Itaquera e Penha (Zona Leste), Lavapés (Centro), Estrada de Itapecerica, Sacomã Dom Vilares e Cupecê (Zona Sul), Caminho do Engenho (Zona Oeste) e Mauá.

Outra vantagem de adquirir um imóvel no Salão é o acesso garantido ao financiamento com reajuste pelo IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo, além do já tradicional SBPE – Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.

O Salão do Imóvel é realizado em parceria pelas três principais entidades do setor de habitação, a Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), o Secovi-SP (Sindicato da Habitação) e o SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil), e conta com patrocínio exclusivo da Caixa Econômica Federal.

Fonte: Revista Qual Imóvel