Imprensa

Setor imobiliário tenta recuperar vendas com a reabertura de estandes

O protocolo inclui sanitização dos ambientes, distanciamento, higiene, medição de temperatura e agenda de visitas aos estandes

As vendas de imóveis de médio e alto padrão despencaram 65% na pandemia do coronavírus. Mas o mercado manteve bom desempenho no Minha Casa Minha Vida. O presidente da Abrainc, Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, Luiz França, destaca que o programa concentra 79% dos lançamentos e 71% das vendas no Brasil.

França comemora a aprovação do protocolo sanitário do setor, pela prefeitura de São Paulo, que autorizou a reabertura dos estandes de venda.

O protocolo inclui sanitização dos ambientes, distanciamento, higiene, medição de temperatura e agenda de visitas aos estandes. Além da Abrainc, o modelo teve a participação dos sindicatos: Secovi, Seconci, SindusCon e Sintracon.

O governo federal estuda reduzir os juros do Minha Casa Minha Vida, atualmente de 5,5% a 8,16% ao ano; os empresários desejam de 4% a 6%, mas haveria espaço real para 0,5% ou para 0,75%.

Fonte: Rádio Jovem Pan