Imprensa

Abrainc lança manifesto em favor da reforma da Previdência

Governador, prefeito de São Paulo e empresários do segmento imobiliário participaram de evento dos 100 dias do Governo Bolsonaro

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) realizou nesta terça-feira (02), em São Paulo, o fórum 100 Dias de Governo – Impactos para a Habitação. A entidade lançou um manifesto pela aprovação da reforma. Cerca de 500 pessoas que assistiram aos debates assinaram o documento e 35 entidades da cadeia da construção civil estão apoiando a iniciativa da entidade.

A proposta de discutir os primeiros três meses do governo veio ao encontro do assunto principal em todo o país: a reforma da Previdência. O fórum contou com a presença do governador de São Paulo, João Doria; do prefeito da capital paulista, Bruno Covas e de empresários do segmento imobiliário.

O presidente da Associação, Luiz Antonio França, abriu o evento falando da necessidade de haver uma mobilização em torno da aprovação da reforma. “O alívio econômico estimado poderá reduzir o desemprego dos atuais 12 milhões para oito milhões. Sem a reforma o país todo será prejudicado, especialmente a população de baixa renda,” explicou.

O presidente do Conselho de Administração da MRV, Rubens Menin, reforçou o pedido aos presentes. “Todos sabemos que sem a reforma nada vai funcionar. É de extrema importância assinarmos esse manifesto da Abrainc.”

O governador de São Paulo, João Doria, citou o empenho da Abrainc pela aprovação da reforma e chamou as entidades para participarem dessa mobilização. “Com as mudanças teremos mais portas abertas para investimentos internacionais e segurança jurídica, o que vai aumentar a confiança no país. Se aprovada em junho já poderemos sentir mais disposição dos investidores, em agosto” explicou.

O prefeito da capital paulista, Bruno Covas, também falou da importância da reforma da Previdência, citando os reflexos do déficit da pasta sobre os municípios. “Os prefeitos aguardam ansiosamente pela aprovação. Sentimos muito os reflexos da falta de recursos do governo federal.”

A Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc) realizou nesta terça-feira (02), em São Paulo, o fórum 100 Dias de Governo – Impactos para a Habitação. A entidade lançou um manifesto pela aprovação da reforma. Cerca de 500 pessoas que assistiram aos debates assinaram o documento e 35 entidades da cadeia da construção civil estão apoiando a iniciativa da entidade.

A proposta de discutir os primeiros três meses do governo veio ao encontro do assunto principal em todo o país: a reforma da Previdência. O fórum contou com a presença do governador de São Paulo, João Doria; do prefeito da capital paulista, Bruno Covas e de empresários do segmento imobiliário.

O presidente da Associação, Luiz Antonio França, abriu o evento falando da necessidade de haver uma mobilização em torno da aprovação da reforma. “O alívio econômico estimado poderá reduzir o desemprego dos atuais 12 milhões para oito milhões. Sem a reforma o país todo será prejudicado, especialmente a população de baixa renda,” explicou.

O presidente do Conselho de Administração da MRV, Rubens Menin, reforçou o pedido aos presentes. “Todos sabemos que sem a reforma nada vai funcionar. É de extrema importância assinarmos esse manifesto da Abrainc.”

O governador de São Paulo, João Doria, citou o empenho da Abrainc pela aprovação da reforma e chamou as entidades para participarem dessa mobilização. “Com as mudanças teremos mais portas abertas para investimentos internacionais e segurança jurídica, o que vai aumentar a confiança no país. Se aprovada em junho já poderemos sentir mais disposição dos investidores, em agosto” explicou.

O prefeito da capital paulista, Bruno Covas, também falou da importância da reforma da Previdência, citando os reflexos do déficit da pasta sobre os municípios. “Os prefeitos aguardam ansiosamente pela aprovação. Sentimos muito os reflexos da falta de recursos do governo federal.”

Fonte: Qual Imóvel