Abrainc News

ABRAINC e Brain realizam webinar sobre as perspectivas da Incorporação Imobiliária no Interior de São Paulo

O evento foi realizado nesta manhã (15) acompanhado por 400 pessoas simultaneamente e com pico de mais de 1.200 visualizações

A ABRAINC e a Brain Inteligência Estratégica realizaram o webinar ‘Perspectivas da Incorporação Imobiliária no Interior de São Paulo’, na manhã desta terça-feira (15). O evento reuniu Associados ABRAINC que atuam prioritariamente nas regiões de Campinas, Sorocaba, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto e foi assistido por 400 pessoas simultaneamente e pico de mais de 1.200 visualizações.

Participaram do encontro Luiz França, Presidente da ABRAINC, Fábio Tadeu Araujo, Sócio Diretor da Brain Inteligência Estratégica, Renato Lomonaco, Diretor de Assuntos Econômicos da ABRAINC, Elaine Belém, Diretora Comercial da HM Engenharia, Ricardo Telles, CEO da Perplan Urbanização e Empreendimentos, Ricardo Guimarães, Presidente da Construtora Planeta, Rober Barros, CEO da CRB Construtora, Olavo Tarraf, Presidente da TARRAF e José Luiz Camarero Neto, Diretor Executivo da Bild & Vitta.


Os convidados dialogaram sobre o mercado da incorporação e as novas tendências para os empreendimentos, que englobam desde personalização dos cômodos, área para trabalho home office, coworking, espaços sustentáveis dentro dos lançamentos, bikes station, depósitos para compras e delivery, entre outras inovações.

O webinar faz parte da agenda de eventos da ABRAINC com ênfase nas perspectivas regionais das associadas e tem abordado temas como déficit habitacional, desenvolvimento do mercado da construção e imobiliário, comportamento do consumidor e novas tendências.

Perspectivas

Luiz França falou na abertura do evento sobre o processo de desconcentração de parte dos habitantes da cidade de São Paulo para as cidades do interior do estado, em busca de mais qualidade de vida. “As pessoas, hoje, pensam se é interessante se manter em São Paulo. Em busca de qualidade de vida, partem para outras cidades. Além disso, os valores do interior conseguem comportar o investimento em empreendimentos baixo e médio padrão”. afirmou.

Elaine Belém, da HM Engenharia, enfatizou que Campinas recebeu muitos players do segmento Médio e Alto Padrão (MAP) desde o ano passado. “É um segmento aquecido, o Médio e Alto Padrão foi uma surpresa, em contrapartida os empreendimentos do Programa Casa Verde e Amarela se mantiveram estabilizados”, completou.

Ricardo Telles, da Perplan, destacou o bom momento do mercado no interior paulista e afirmou que o segundo semestre do ano deve marcar o início de uma nova safra de empreendimentos, tendo em vista o baixo estoque de imóveis prontos e a procura elevada.

Olavo Tarraf falou sobre o lançamento de novos projetos da empresa e a perspectiva de fazer a “melhor performance da história” da Tarraf. “Realmente essa questão de ficar em casa trazida pela pandemia aqueceu muito nosso mercado”.

Rober Barros, da CRB, ressaltou que o público de média e alta renda focou sua busca na pandemia em apartamentos mais espaçosos, com áreas de lazer completas, além do aumento da procura por lotes e casas. “Houve uma reviravolta na procura. O alto padrão com a sua capacidade de escolha mirou casas e apartamentos com espaços maiores, o que não era visto há tempo”.

Sobre a tendência de conveniências dentro dos condomínios, José Neto, da Bild & Vitta, mencionou que por ser algo visto como essencial, sobretudo com a pandemia, o desafio para o setor seria adequar essas facilities sem adicionar muita margem no valor dos lançamentos. “O cliente dá valor a essas implementações e não desejam ter que pagar muito a mais por essas comodidades, então, o ideal é entregar projetos que integrem essas facilidades ao bem-estar dos compradores”.

Ricardo Guimarães, da Construtora Planeta, disse que a empresa tem focado em mais inovações e tecnologias em seus produtos, e destacou a personalização ofertada para acabamentos das residências. “Isso gera um valor agregado e aumenta a satisfação do cliente”.

O diretor de Assuntos Econômicos da ABRAINC, Renato Lomonaco, destacou o bom momento vivido pelo setor e a importância do interior paulista para o crescimento do mercado imobiliário. “São mais de 30 cidades no interior de São Paulo com população superior a 200 mil habitantes. Esse mercado tem um potencial enorme para crescer ainda mais, especialmente nesse momento em que a taxa de juros real se mantém negativa e propicia o investimento em imóveis”. afirmou.

Assista à íntegra do webinar abaixo!

Confira aqui o estudo apresentado durante o evento.

Redação ABRAINC