Abrainc News

Em coletiva de imprensa, presidente da ABRAINC apresenta números do mercado imobiliário nacional no 1º trimestre de 2021

Principais veículos de comunicação do país participaram de evento realizado nesta quarta-feira (09)

A ABRAINC realizou nesta quarta-feira (09) coletiva de imprensa online com seu presidente, Luiz França, para a divulgação do Indicador ABRAINC-Fipe com os resultados do mercado imobiliário nacional no primeiro trimestre de 2021 e as perspectivas do setor para o ano.

Participaram da coletiva, jornalistas da Folha, Broadcast/Estadão, Valor Econômico, Jovem Pan, Globonews, CNN, SBT e Infomoney.

França fez uma apresentação de introdução com dados gerais do setor, destacou o crescimento do PIB da Construção no 1º trimestre do ano, que apresentou alta de 2,1% e puxou o PIB Nacional (+ 1,2%), a geração de empregos no setor, que já acumula mais de 134 mil vagas criadas até abril desse ano, e apresentou os dados de lançamentos e vendas de imóveis dos Indicadores ABRAINC-Fipe do 1° trimestre de 2021.

 

Os lançamentos de imóveis nos três primeiros meses de 2021 somaram 26.384 unidades, crescimento de 39% em relação ao mesmo período do ano passado. Se considerarmos o período de 12 meses, encerrado em março de 2021, o número de imóveis lançados pelas incorporadoras totalizou 128.445 unidades novas, superando em 10,6% a quantidade registrada no estudo anterior.

As vendas também registraram um bom desempenho no primeiro trimestre deste ano. De acordo com 18 empresas associadas à ABRAINC, foram comercializadas 34.823 unidades, o que representa uma alta de 21% em relação ao volume vendido no mesmo período de 2020. Já no acumulado dos últimos 12 meses, encerrados em março, as 144.688 unidades comercializadas superaram em 27,1% o volume de transações do período precedente.

Luiz França destacou que o bom ritmo de lançamentos e vendas neste primeiro trimestre demonstra que a confiança dos empreendedores no bom desempenho do setor permanece inalterada, assim como os consumidores seguem interessados na aquisição da casa própria. “O ambiente de negócios continua propício, com grande atratividade para o investimento em imóveis, em relação às aplicações financeiras tradicionais. Também são favoráveis as perspectivas para quem busca a primeira moradia, por conta das taxas de juros atrativas, sinalizando que o mercado deve se manter aquecido ao longo dos próximos meses”, afirma.

Segundo ele, a perspectiva para o restante de 2021 é que o ritmo de lançamentos e vendas continue forte. “É muito difícil fazer uma previsão, mas a estimativa é que os lançamentos cresçam 40% neste ano”. Já a projeção preliminar para as vendas é de alta de cerca de 30%, de acordo com França.

O presidente da ABRAINC ainda salientou o crescimento da busca por imóveis maiores, já que as pessoas têm passado mais tempo em casa, tendência que tem sido vista desde o começo da pandemia.

Redação ABRAINC


cheap jerseyscheap nfl jerseyscheap mlb jerseyscheap nfl jerseyscheap mlb jerseyscheap nhl jerseyscheap jerseyscheap jerseyscheap jerseyscheap jerseys