Notícias

Imobiliárias driblam crise na economia e oferecem descontos de até 35%

Correio Brazilense | 18/09/2013 – Empresas mudam estratégia, abaixam preços e trazem de volta os clientes que andavam ressabiados diante dos reajustes muito acima dos salários.[…]


correio_brasiliense
Empresas mudam estratégia, abaixam preços e trazem de volta os clientes que andavam ressabiados diante dos reajustes muito acima dos salários

Simone Kafruni
Ana Carolina Dinardo

As promoções chegaram ao mercado imobiliário. Incorporadoras e imobiliárias estão praticando descontos de até 35% como uma forma de atrair os consumidores, que perderam o apetite por imóveis diante da alta nos preços, do menor aumento da renda e do pesado endividamento familiar. De 2009 a 2011, o valor do metro quadrado aumentou a taxas médias de 18% ao ano no país e de 20% no Distrito Federal (DF). Do ano passado para cá, porém, com a economia andando mais devagar e os estoques de empreendimentos se acumulando, os reajustes perderam força. As empresas perceberam, então, que o momento era de mudar a estratégia para garantir a continuidade dos negócios.

A saída encontrada por muitas construtoras foi garantir preços mais em conta. Desde que adotou tal estratégia, incorporadoras como a Rossi, Lopes Royal e várias outras não têm do que reclamar. Em pouco mais de um mês, a Rossi, por exemplo, ofertou e vendeu 2 mil imóveis em todo o país, com descontos de até 35%, faturando R$ 130 milhões. O outlet, uma espécie de venda direta aos consumidores, mostrou, segundo João Hartes, gerente de Marketing Nacional da empresa, que “as pessoas estão mais seletivas e a decisão de compra, demorando mais”.

Para ler a reportagem na íntegra, clique aqui.

Fonte: Correio Braziliense
Data: 18/09/2013