Indicadores

Outubro 2020

Vendas de imóveis novos renovam recorde histórico com alta de 58,9% em agosto de 2020

Volume comercializado pelas incorporadoras é o maior registrado na série histórica dos Indicadores Abrainc-Fipe desde maio de 2014

De acordo com informações compartilhadas por empresas associadas à Abrainc – Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, os lançamentos de imóveis somaram 8.799 unidades em agosto de 2020 (alta de 14,5% em relação a agosto de 2019), colaborando para um total de 25.937 imóveis lançados no trimestre móvel encerrado em agosto – resultado que representa uma queda de 4,9% em relação ao mesmo período de 2020. No horizonte dos últimos 12 meses, por sua vez, o número de unidades lançadas totalizou 104.918 imóveis novos, o que corresponde a uma ligeira queda de 0,5% em relação ao observado nos 12 meses precedentes.

Em agosto, foram comercializadas 13.156 unidades (alta de 58,9% em relação a agosto de 2019), superando o desempenho registrado no mês anterior (13.023 unidades vendidas) e estabelecendo nova recorde da incorporação desde maio de 2014 (14.116 unidades). Além disso, no trimestre móvel encerrado em agosto, as vendas totalizaram 38.886 unidades, impondo uma alta de 45,7% em relação ao mesmo período de 2019. Finalmente, no acumulado em 12 meses, as 130.256 unidades comercializadas superaram em 15,1% o volume vendido nos 12 meses anteriores. Acompanhando o desempenho excepcional das vendas nos últimos meses, vale notar que as vendas líquidas**, calculadas com base no volume de vendas e distratos, cresceram 63,8% em agosto, 43,8% no último trimestre móvel e 17,7% nos últimos 12 meses.

A retomada dos lançamentos e das vendas da incorporação após o período mais restritivo da pandemia da Covid-19 se deu de forma heterogênea entre os diferentes segmentos residenciais. Os empreendimentos de Médio e Alto Padrão (MAP), por exemplo, foram mais afetados pelas restrições da pandemia no campo dos lançamentos, com recuo de 28,3% em agosto de 2020 (em relação à agosto de 2019), queda de 49,4% no último trimestre móvel (junho-julho-agosto) e de 32,1% nos últimos 12 meses. Já as vendas desse segmento cresceram 4,8% em agosto e 8,0% nos últimos três meses, mas acumulam uma queda de 7,7% nos últimos 12 meses.

Comparativamente, os empreendimentos associados ao Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) apresentaram desempenho positivo tanto no campo dos lançamentos quanto vendas. Em termos de novas unidades lançadas, o segmento registrou alta de 29,5% em agosto, 8,7% nos últimos três meses e 9,4% no acumulado em 12 meses. Já no âmbito das vendas, o segmento apresentou alta de 87,9% em agosto, 61,8% nos últimos três meses e 26,5% nos últimos 12 meses. Vale notar que os empreendimentos do segmento MCMV representaram 83,8% dos lançamentos residenciais e 75,9% das vendas de imóveis residenciais novos nos últimos 12 meses.

Nota: (*) as informações do Programa Minha Casa Minha Vida contemplam apenas empreendimentos da Faixa 2 e Faixa 3. (**) As vendas líquidas correspondem ao volume de vendas excluindo-se as unidades distratadas no mesmo período.

Veja AQUI
Continuar Lendo

cheap jerseyscheap nfl jerseyscheap mlb jerseyscheap nfl jerseyscheap mlb jerseyscheap nhl jerseyscheap jerseyscheap jerseyscheap jerseyscheap jerseys