A publicação reúne recomendações da Abrainc e iniciativas desenvolvidas pelas incorporadoras nos canteiros de obras por todo o País.

previous arrowprevious arrow
next arrownext arrow
Slider

 

26 de outubro de 2018

Outubro de 2018

indicadores

 

Com alta de 17,5% nos lançamentos residenciais, atividade construtiva avança em 2018

Apesar da movimentação, vendas de imóveis residenciais de alto e médio padrão ainda enfrentam desafios para retomar volume pré-crise

De acordo com informações de empresas associadas à Abrainc, os lançamentos de imóveis novos, incluindo residenciais e comerciais, somaram 5.891 unidades em agosto (o melhor resultado de agosto da série histórica, iniciada em 2014), totalizando 91.376 unidades nos últimos 12 meses – volume 24,6% superior ao registrado nos 12 meses precedentes. As vendas de imóveis novos, por sua vez, somaram 10.080 unidades no último mês, colaborando para um volume total de 115.930 unidades vendidas pelas empresas associadas nos últimos 12 meses – o que corresponde a uma alta de 11,1% frente às vendas reportadas nos 12 meses anteriores.

Entre os fatores que alavancaram os resultados positivos observados no balanço parcial de 2018 (até agosto), é possível destacar o avanço dos lançamentos residenciais de médio e alto padrão (MAP), com aumento de 76,0% em volume na comparação com o período janeiro-agosto de 2017, e o bom desempenho das vendas de imóveis residenciais atrelados ao programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), com alta de 16,9% na comparação com o informado no mesmo período do ano anterior. Em combinação, os resultados dos segmentos residenciais MAP e MCMV até agosto de 2018 indicam um aumento de 17,5% no número de lançamentos de imóveis residenciais, bem como um volume 10,0% maior nas vendas de unidades residenciais em relação ao mesmo período de 2017.

Considerando o horizonte dos últimos 12 meses, os empreendimentos de médio e alto padrão (MAP) responderam por 24,5% das unidades residenciais lançadas e 30,8% das unidades residenciais vendidas. O segmento MAP manteve o desempenho expressivo nos lançamentos no período (+57,7%), em contraste com o comportamento das vendas, que ainda acumulam uma retração de 2,0% com relação ao total de unidades vendidas nos 12 meses precedentes. No tocante ao programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), responsável pela maior parte dos lançamentos (75,5%) e vendas residenciais (69,2%) nos últimos 12 meses, registrou-se uma alta de 15,8% no volume de unidades lançadas no período, tendência acompanhada pelo avanço nas vendas de unidades do segmento (+21,5%). Em conjunto, os empreendimentos residenciais – que incluem tanto imóveis do segmento MAP quanto os associados ao programa MCMV – encerraram agosto com alta de 23,9% e 13,1%, respectivamente, no número de lançamentos e vendas de imóveis novos nos últimos 12 meses.

Confira os indicadores de Outubro de 2018 Aqui