Economia

“Os empresários brasileiros estão eufóricos com o futuro”, diz fundador da MRV

Otimista com o próximo governo, empresário diz que também quer contribuir para mudar o país

São Paulo  –  O empresário Rubens Menin, de 62 anos, alcançou aquele momento único na vida em que as conquistas do passado dão suporte para os projetos do futuro. Nos últimos 40 anos, Menin construiu uma das trajetórias empresariais mais bem-sucedidas da história do Brasil. Engenheiro formado, cimentou a MRV do zero, tornando-a a maior construtora de imóveis residenciais da América Latina, uma gigante com R$ 6,1 bilhões de faturamento no ano passado e mais de 400 mil apartamentos entregues.

Agora presidente do Conselho de Administração da MRV, Menin tem ideias ousadas para a sua empresa e para o país: “O sonho da MRV é ser uma plataforma global de produção de apartamentos”. Para alcançar a façanha, diz que a única saída é investir em tecnologia – como a capacidade de erguer um prédio em apenas 10 dias, técnica já dominada pela companhia.

Menin também quer dar a sua contribuição para transformar o país. Em 2019, tem duas grandes metas: consolidar o Movimento Você Muda o Brasil, lançado em agosto passado e formado for empresários que defendem a ética e a cidadania em todos os âmbitos da vida brasileira, e desenvolver o movimento Bem Maior, que ambiciona dobrar os recursos destinados à filantropia. Criado em parceria com os empresários Elie Horn, fundador da Cyrela, e Eugênio Mattar, presidente da Localiza, o projeto será apresentado oficialmente nesta semana.

Não poderia haver melhor momento para as iniciativas. Pelo menos é isso o que garante Menin, que acha que o Brasil, a partir do novo governo, pode enfim começar a realizar o seu potencial. “Os empresários brasileiros e os investidores estrangeiros estão eufóricos com o futuro do Brasil”, diz o chairman da MRV. “Se o país fizer o dever de casa, vai virar uma grande potência.”

Empresário de opiniões fortes, Menin defende os primeiros sinais emitidos pelo governo Bolsonaro e se incomoda com as críticas que ele julga descabidas ao novo governo. “Uma parte da sociedade tem preconceito com militares. Mas olha a equipe de militares que está no governo. São pessoas treinadas, acostumadas ao comando, éticas e que gostam do Brasil.” O fundador da MRV também acha que os filhos de Bolsonaro estão cumprindo um bom papel. “Eles apresentam comportamento 100% ético. Qual é o problema de se posicionarem? Não há nepotismo algum nisso. Foram eleitos e têm demonstrado grande capacidade de ajudar. Que pai não quer ter os filhos por perto?” Menin usa o próprio exemplo para justificar sua posição. “Eu tenho meus filhos me ajudando, dando conselhos, são meus parceiros para a vida inteira”. Leia entrevista completa  AQUI. 

 

Fonte: O Estado de Minas.