Associadas Abrainc

Livro resgata história do Rio Pinheiros e exalta sua importância para São Paulo

Obra será lançada no Parque Global Cultural, espaço dentro do maior projeto imobiliário da América Latina, localizado nas margens do Rio Pinheiros

No dia 5 de maio, foi lançado em São Paulo o livro “Pinheiros: o resgate de um rio”, obra idealizada pelo empresário Adalberto Bueno Netto, fundador da construtora Bueno Netto e um dos grandes investidores da região. O livro faz um resgate histórico sobre o Rio Pinheiros ao longo dos séculos, relembrando sua importância desde as sociedades indígenas, passando pelos dias atuais e projetando sua relevância para o futuro da cidade de São Paulo.

O evento de lançamento aconteceu no Parque Global Cultural, que fica dentro do estande de vendas do maior projeto imobiliário em desenvolvimento da América Latina, localizado nas margens do Rio Pinheiros entre a Ponte do Morumbi e o Parque Burle Marx. O megaempreendimento será um novo bairro planejado e está sendo desenvolvido pela Benx Incorporadora, empresa que pertence ao grupo Bueno Netto e que faz parte do consórcio que investe no projeto de limpeza e revitalização do rio, inclusive com a criação do Parque Linear Bruno Covas.

A obra está dividida em 10 capítulos e conta com textos de Lucia Reggiani, além da edição Kiko Farkas e João Farkas, que também colaborou com várias fotografias. As ilustrações são de Paulo von Poser e Daniela Amarante. “O objetivo do livro é contar a história do Rio Pinheiros como o grande protagonista do desenvolvimento de São Paulo. Mostrar que temos uma dívida histórica e que é nossa obrigação, como paulistas e paulistanos, resgatar a dignidade ambiental e social do rio”, afirma Bueno Netto.

Para Netto, é hora de toda a sociedade mergulhar no projeto de limpeza e revitalização do Rio Pinheiros. Tornar o histórico rio novamente vivo trará benefícios para todos que habitam na cidade. “Se durante muito tempo, nós viramos as costas para o rio e negligenciamos seus cuidados, apenas usufruindo daquilo que ele podia nos dar, agora chegou a hora de nós, paulistanos, abraçarmos essa causa”, conclui.

Via Assessoria Bueno Netto