Imprensa

Reabertura dos estandes de vendas das incorporadoras em São Paulo movimenta R$ 1,3 bilhão em 40 dias

“Os números mostram que, apesar do isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19, a demanda reprimida por moradias mantém o mercado aquecido”, avalia Luiz França, presidente da Abrainc

A reabertura dos estandes de vendas das incorporadoras em São Paulo movimenta R$ 1,3 bilhão em 40 dias, de acordo com o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).

A consulta foi realizada em 21 das incorporadoras, responsáveis por 176 estandes na capital paulista. O grupo comercializou 3.709 unidades entre a data de abertura, em 9 de junho, até o dia 19 de julho. Cada estande vendeu, em média, 21 unidades habitacionais e movimentou R$ 7 milhões em vendas.

“Os números mostram que, apesar do isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19, a demanda reprimida por moradias mantém o mercado aquecido. O Brasil tem um déficit habitacional de 7,8 milhões de residências e isso faz o setor de construção continuar acreditando numa retomada forte das vendas”, avaliou o presidente da Abrainc, Luiz Antônio França.

Fonte: Money Times