Imprensa

Medidas só garantem crédito neste ano

VALOR ECONÔMICO – FINANÇAS – São Paulo – SP – 01/06/2015 – C3 – O jornal Valor Econômico destaca que a liberação[…]

VALOR ECONÔMICO – FINANÇAS – São Paulo – SP – 01/06/2015 – C3 – O jornal Valor Econômico destaca que a liberação de pouco mais de R$ 25 bilhões em novos recursos para operações de crédito imobiliário na semana passada vai servir para aliviar as pressões sobre a modalidade até o fim de 2015. Essa é a visão tanto de incorporadoras quanto de Bancos ouvidos pelo Valor, que acreditam que o comportamento da demanda imobiliária será o fator determinante para a duração dos recursos liberados agora. A reportagem, que contou com a participação da ABRAINC, informa ainda que o setor avalia que o valor ideal seriam R$ 50 bilhões, para que houvesse, de fato, tranquilidade até o final do ano. “Para a ABRAINC, é vital que haja crédito para o mutuário. A produção é um processo passageiro. A compra de imóveis precisa de funding de longo prazo”, afirmou.
Veja aqui.